+55 (11) 2374-1787 contato@loboassessoria.com.br

Seis erros comuns no dia da corrida

Corrida

Retirado do site correndoamil com a participação de Rodrigo Lobo.

A adrenalina do dia da corrida é tanta que alguns deslizes acabam acometendo boa parte dos corredores de rua. É claro que durante o treinamento, você busca ensaiar todos esses possíveis deslizes, para saber contornar os erros durante a competição. Mas, às vezes, eles aparecem sem você nem se dar conta.

Para que você fique ainda mais atento no grande dia, listamos seis erros comuns nas corridas.

  1. Começar rápido demais

Você já viu uma criança correndo? Ela não mede esforços para largar o mais rápido possível. Resultado: esgota suas forças poucos metros depois. Guardadas as devidas proporções, é muito comum ver adultos largando forte demais e quebrando antes da linha de chegada. Quando você inicia a corrida num ritmo elevado, recruta as fibras musculares, o sistema de energia e até os caminhos neuromusculares de forma errada. Por isso, negative a sua corrida. Isso significa fazer a segunda metade da prova mais rápido do que a primeira. Ou seja, em vez de largar disparado, comece de forma um pouco mais lenta, para seu corpo aquecer. Uma regra básica é fazer os primeiros 80% do percurso no pace confortável e, se estiver bem, acelerar nos 20% finais.

E fique atento: por mais que o planejamento seja preciso nos treinos, a ansiedade e os outros corredores tirarão você de seu ritmo ideal no dia da prova. Controle a ansiedade, não acelere antes do tempo e não fuja do seu plano de corrida.

  1. Não ligar para a alimentação ideal

Negligenciar o que você manda para dentro no dia da prova é quase atestado de fracasso na corrida. A alimentação antes da prova o auxiliará a obter a energia necessária durante a corrida, além de evitar doenças causadas pela queda de imunidade. Você deve investir em carboidratos, que vão garantir a potência da sua corrida na prova, assim como na boa hidratação. Tome água até 1 hora antes da largada, e não se esqueça de esvaziar a bexiga antes de dar as primeiras passadas. Durante o percurso, tome pequenos goles de água ou isotônicos. Essa segunda opção, no entanto, deve ser treinada antes de você ir para a competição, pois algumas pessoas são intolerantes a esse tipo de suplemento. Evite, ainda, alimentos com muita fibra ou gordura no dia da prova, já que elas podem fazer com que você sinta desconforto gástrico.

  1. Chegar tarde para a largada

A preparação nos minutos que antecedem a largada é fundamental para um bom rendimento. Chegue cedo, por volta de uma 1 hora e 30 minutos antes do início, para aquecer com calma, deixar os pertences no guarda-volumes, se posicionar na largada, passar pela última vez no banheiro e rever a estratégia de prova.

Se a competição é em outro destino e você precisa pegar avião, saiba que pode demorar mais de 24 horas para que o seu corpo se recupere do inchaço e da desidratação que a cabine pressurizada rende. Por isso, chegue com, pelo menos, 48 horas de antecedência para que você tenha tempo de se recuperar.

  1. Escolher a roupa errada

Antes da prova, verifique a temperatura prevista para o horário. A partir daí, escolha a roupa ideal para usar durante o percurso. Mas não se esqueça de que, mesmo quando está frio, seu corpo aquece durante a corrida, fazendo com que a temperatura do seu corpo fique elevada. Também leve isso em conta para escolher o que vai vestir no grande dia.

  1. Esquecer a diversão

Não fique obcecado com a escolha da meia certa, do sabor do gel e do frequencímetro que você vai usar. A corrida deve ser divertida, e não um motivo para que você se estresse. Aproveite os instantes que você estiver correndo para desfrutas das passadas e divirta-se.

  1. Negligenciar o pós-prova

Depois de percorrer a longa distância, alimente-se bem, descanse e faça treinos regenerativos dias após ter completado a corrida. Lembre-se que novas provas virão.

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *